SEJA PARCEIRO DA RÁDIO WULP

Galera, vamos lá, se você tem um blog ou site, seja parceiro da Rádio mais ROCK AND ROLL do universo.
CLIQUE AQUI E SEJA PARCEIRO DA RWULP

Destaques

The Ocho Guitar Lessons: Detroit Rock City Solo ________________________________________________________ The Ocho Guitar Lessons: Beat It

Guia de Informações

1 - Por favor comente em nossos posts, o seu elogio, é a nossa motivação, portanto, COMENTE!

2- A maioria das vezes não botamos senha nos arquivos, se houver senha, ela estará vísivel no post.

3 - Algum link desativado ou problema em algum arquivo baixado?, contate-nos aqui, e veremos o que podemos fazer.

4 - Pedidos? Aqui

5 - Contribuições de links ou textos? Aqui

6 - Aos poucos nosso acervo vai crescendo, pra procurar, qualquer discografia, texto, matéria, video-aula, use a Ferramenta
de pesquisa, acima da playlist.

7 - Conheça os Servidores Hospedeiros Aqui


8 - Contato

9 - Índice das Bandas


30 de maio de 2009

História do Rage Against The Machine

O Rage Against the Machine (também conhecidos como Rage ou RATM) é uma banda de rock e rapcore estadunidense. Foram uma das bandas mais influentes e polémicas dos anos 1990.

Uma forte característica do RATM é a mescla de hip-hop, rock, funk, punk e heavy-metal, com letras enérgicas e politizadas. Junto com a música de protesto, demonstraram a luta pela causa política, contra a censura, a favor da liberdade e em prol dos menos afortunados.

O som do grupo é bastante diferenciado, devido ao estilo rítmico e vocal de Zack de la Rocha e as técnicas únicas de Tom Morello na guitarra.


História

A história da banda começou por volta de 1991. A primeira apresentação do Rage Against The Machine foi em Orange County. De seguida o grupo gravou uma demo de 12 músicas, que constituiram, o primeiro CD da banda. Venderam mais ou menos 5.000 cópias da demo revertendo o lucro para o seu fã clube e também em vários concertos na região de Los Angeles. Deram dois concertos no segundo palco, Lollapalooza II em Irvine Meadows, Califórnia. Ali assinaram um contrato com a gravadora Epic.

Rage Against The Machine, o primeiro CD da banda

No fim de 1992 os Rage Against the Machine fizeram uma turnê por toda a Europa realizando concertos para a banda Suicidal Tendencies. Terminada a turnê, lançaram o seu primeiro álbum, denominado "Rage Against the Machine", em 10 de Novembro de 1992 O disco vendeu mais de 3 milhões de cópias e esteve no Top 200 da Billboard durante 89 semanas. Inclui, entre outras músicas, Bullet In The Head, Bombtrack, Freedom, Wake Up (que entrou na trilha sonora do filme Matrix, anos mais tarde), e também Killing In The Name, um protesto contra o militarismo norte-americano.

Luta e Censura

Com as suas atitudes e letras, a banda foi censurada e proibida de realizar concertos em muitos estados norte-americanos. Ironicamente, a censura fez a banda crescer, o que a fez encara-la e lutar contra ela em grandes protestos. Em 1993, realizaram espectáculos em beneficência da Anti-Nazi League e da Rock for Choice.

No Lollapalooza III, desta vez no palco principal, o Rage Against The Machine subiu ao palco mas não tocaram. Fizeram apenas um protesto anti-censura contra a PMRC (Parents Music Resource Center), no qual cada membro da banda ficou de pé, nu, durante cerca de 15 minutos, cada um com uma fita preta na boca e com as letras P (Tim), M (Zack), R (Brad), e C (Tom) escritas no peito. Eles afirmaram: "Se não agirmos contra a censura, não teremos direito a ver mais bandas como os Rage!"

O Sucesso

Em 16 de Abril de 1996, foi lançado o esperado segundo disco. Evil Empire entrou diretamente para o primeiro lugar do Top 200 da Billboard. O álbum crítica , entre outros, o governo de Ronald Reagan e a relação entre os EUA e a URSS e inclui faixas como Bulls On Parade, People of the Sun, Vietnow, Revolver, Roll Right e Tire Me (que ganhou o prémio de melhor performance de metal no Grammy Awards). Em Julho do mesmo ano a banda começou uma turnê pelos EUA que durou até Outubro.

No início de 1998 a banda gravou No Shelter, parte da trilha sonora do filme Godzilla. Em meados do ano, a banda começava já a ensaiar para o álbum The Battle of Los Angeles. Em Setembro, a parte instrumental para as 14 músicas já estava pronta embora as letras estivessem ainda incompletas. Em Janeiro de 1999 a banda organizou um concerto em beneficência de Mumia Abu-Jamal. Apesar de alguns imprevistos, atraiu muita atenção. O mesmo concerto incluiu ainda as apresentações das bandas Black Star, Bad Religion e Beastie Boys. Em Genebra, Suíça, em 12 de Abril do mesmo ano, Zack de la Rocha manifestou-se contra as Nações Unidas referindo Mumia Abu-Jamal e a pena de morte nos EUA. O Rage Against The Machine tocou depois no Tibetan Freedom Concert e no Woodstock 99, nesse último queimaram a bandeira norte-americana no palco enquanto tocavam Killing In The Name.

Fim da banda e a Reunião em 2007

Em 18 de Outubro de 2000, o vocalista Zack de la Rocha declarou oficialmente que iria deixar a banda. "Sinto que é necessário abandonar o Rage pois não estamos conseguindo tomar decisões em conjunto", referiu à imprensa. "Já não funcionamos como um grupo e eu acredito que esta situação vai contra os nossos ideais políticos e artísticos. Estou muito orgulhoso do nosso trabalho, como ativistas e como músicos, e também grato a cada pessoa que expressou solidariedade e partilhou esta incrível experiência conosco". Respondendo à declaração de Zack, Tom Morello disse: "Eu não tenho maus sentimentos, e desejo que Zack se dê bem com seu projeto solo. Mas todos estão anciosos com as 29 músicas que nós temos gravadas, e algumas delas vão ser lançadas logo." Essa citação se refere ao álbum com material cover, lançado meses mais tarde. A Epic Records disse que estava muito triste com a notícias.

Há quem diga que uma das razões da saída de Zack foi o fato ocorrido no mês anterior durante a apresentação VMA, no qual Tim Commerford escalou uma estrutura do palco e teve que ser retirado do Radio City Music Hall pela segurança. Ele fez isso em protesto ao fato da banda Limp Bizkit ter ganhado o prêmio de banda de rock de ano.

Em 2007, os fãs que presenciaram a Reunião da banda, tinham esperanças que a banda voltasse á ativa, porém não houve a volta da banda. Em 2007 a música Bulls On Parade esteve no jogo Guitar Hero III. Abaixo as três músicas mais conhecidas do Rage Against The Machine:

Killing in The Name


Bulls On Parade


Guerilla Radio

20 comentários:

Angel disse...

Eu escutava muito essa banda, mas depois de um tempo acabei descobrindo coisas novas, novos estilos e acabei enjoando..rs Legal seu blog.

http://infonews2012.blogspot.com

Luan disse...

Não vou comentar :@
Fuck you! I won't do what you tell me >:(

Espírito RATM forever!

P. disse...

Muito legal.
Bio. Completa.. hehe.

Equipe do Alface disse...

caramba!
não imaginava que eles tinham passado por
tudo isso o.O

antoniopimenta disse...

Ainda não conhecia a história deles!

Parabens pelo blog!

Abraços

Filhas da PUC disse...

Muito legal o teu blog.
Eu escrevo também em um blog de música que serve para divulgar bandas novas.
Se quiser conhecer e pensar em alguma parceria:
www.degaragem.com

Arrumando disse...

legal

Rayos de Luna disse...

Parabéns pelo blog, muito completo nas informações sobre as bandas, entretenimento bem informado!
Nos faça uma visita:
www.tocou.blogspot.com

Allan disse...

Muito show seu blog... é muito bom conhecer todas as histórias e lutas de grandes bandas!
=)

Guttwein disse...

Zapatistas, Anti-Imperialismo e claro, um voz única e arranjos explêndidos numa guitarra; bom ,resumir essa banda a tão simplória descrição é embaçado! rsrs
Quer saber? É uma banda do ca**l*o e pronto! rsrsrs : D

sacipirata disse...

Não conhecia a banda :D
bem legal!
Curti o blog, parabéns :)
Abraços do Saci!!!

weisellminhavida disse...

AAAAAAAAAAH meu...
porque posts tão grandes... T_T

Já conheço a banda... e nem curto.
Mais é...

Teu blog é máximo... FATO!

Besitos.

Karen Euterpe disse...

po, blog maneiro cara. gostei
só nao gosto mt do range again nao
pelo menos das musicas que eu ouvi
mas a melhor p mim deles é Killing in The Name, principalmente no guitar hero!!!!

Jota disse...

Pow cara, eu tinha vontade de começar a ouvir, mas nunca ouvia, agora nasceu a vontade e vou começar a ouviir, ficou muit bem escrito!


http://aceiteourecuse.blogspot.com/

Nívia disse...

Muito bom os artigos sobre as bandas.
Parabéns, cara.
nunca tinha ouvido, agora vou ouvir \o

=*

Lara Sousa disse...

Bem legal a iniciativa do blog, na verdade ainda n ão tinha ouvido falar dessa banda, e pelo que vi no video não faz muito meu estilo, mas o som é massa;

beeijos

jaka disse...

legal, gostei leitura

Daniela Dias Ortega disse...

Rage é muito bom! Super nerd também! huaeuhe.
Ouço muito com meu pai.

Leo Pinheiro disse...

Cara, vc desenterrou... rs Nem lembrava do Rage. Sei lá, achava eles meio poser...

Assim como o Nirvana tb era poser (e ninguém admite) mas era legal. Entende?

P.S.: APAREÇA + LÁ NO MEU BLOG!

nomependente disse...

OTIMA BANDA!!
Tom Morello é um dos ultimos guitarristas que não tem só pose a aparecer.

Postar um comentário

Comentários construtivos, são sempre bem-vindos!